A alimentação na época natalícia

Olá a todos,

Chegamos ao mês de dezembro, aquele mês aguardado por muitos 🙂 Mês de reuniões familiares, de convívios, de comeres festivos.

Mês em que a tia faz o seu pudim, a avó as suas rabanadas, a mãe os sonhos. Mês de sons e cheiros bem diferentes.

E é também um mês em que muitas vezes nos vemos inundados com anúncios para perdas de peso rápidas («não espere por janeiro para começar a perder peso!»), ou sobre receitas de doces fit e mais «saudáveis» que de saudáveis às vezes não têm nada («tronco de natal sem farinhas refinadas e sem açúcar») ou então anúncios que nos informam do «terror das calorias» que consumimos na época de Natal e nos dizem que precisaríamos de correr milhares de km para «queimar essas calorias todas».

 

Enfim, temos de tudo.

No entanto, queria deixar aqui algumas informações que me parecem importantes:

– O Natal acontece uma vez por ano. São dois dias e está. Faz sentido querer fazer receitas fit nestes dois dias? Ou fará mais sentido repensar a nossa alimentação nos outros 363 dias? 

– As comidas típicas de Natal são importantíssimas nesta época. Por tudo o que representam. Por tudo o que nos fazem lembrar. Merecem ser saboreadas. Nós merecemos saboreá-las independentemente do nosso peso. 

– A comida é uma parte desta quadra e não o todo. Este mês não é todo à volta da comida, mas é um mês em que temos comidas bastante especiais. Então, aproveitemos para que a comida seja uma parte e não o todo. Não deixem que a comida vos controle (nem as dietas).

– Do que te vais querer lembrar daqui a uns anos? De quão maravilhoso que foi partilhares o 24 e 25 de Dezembro com aqueles que amas? Ou do esforço hercúleo que estavas a tentar fazer para não comeres as comidas típicas e não ultrapassares um certo limite de calorias?

 

A comida é uma parte importante da nossa vida. Em certos momentos, torna-se importante de uma forma especial. E, embora isto não seja dito vezes suficientes, é possível festejarmos o Natal e comermos doces típicos e continuarmos a atingir os objetivos que temos em termos de composição corporal. Perfeitamente possível. Então festejemos.

 

Deixo-vos aqui um vídeo também relacionado com esta temática que lancei o ano passado, por esta altura, no meu canal de youtube:

Nutricionista Andreia Lopes, 3742N